Natt Quinquiolo: Setembro 2011

Cursos

Polêmicas a parte, volto hoje para divulgar mais dois cursos com o Djalmma Reinnaldo em São Paulo! E dessa vez as aulas serão mais que especiais: todas baseadas nas técnicas do livro que ele lançará já já, em outubro. Mal podemos esperar para ver o quem vem por aí no livro, mas posso adiantar que será maravilhoso. Agora, imagine então as aulas? Nem preciso comentar. As informações para o curso estão aqui em baixo, qualquer dúvida é só enviar um email: contato@nattquinquiolo.com.br


Dias 04, 05 e 06 de dezembro ou  07, 08 e 09 de dezembro
Os cursos serão em locais diferentes. Um será realizado no bairro Campo Belo e o outro no bairro Higienópolis.
Valor: R$ 900,00 (2x de R$450,00 -  20/10 e 20/11)
Material incluso: pasta americana, isopor e massa elástica. Demais materiais não inclusos.
Serão ministradas modelagens riquíssimas, técnicas de aplicações em bolo de pastilhas, azulejaria, novas lavandas.

Manifesto - Parte I

Depois de muito tempo, cá estou. Já faz algum tempo desde a última postagem, eu sei. Pensei e resolvi mudar a direção deste blog. Não, não alterarei o assunto, somente o formato. Continuarei postando fotos do meu trabalho (coisa que não tenho feito ultimamente) e passarei a postar curiosidades, informações e o mais importante, minha opinião sobre algumas questões. Alias, este é o motivo deste retorno repentino. Calma, explicarei.

Atualmente participo de 3 grupos ligados a culinária e confeitaria no Facebook e fico feliz por isso. Acho extremamente válido a troca de experiência, de informações e da amizade que fazemos com pessoas que nunca pensamos em conhecer. Mas tudo tem um porém e isto também tem. Não um, mas vários e eu explico:

* Várias pessoas pedem receitas e mais receitas de doces, bolos, cupcakes, recheios, coberturas, qualquer coisa. E quando eu digo qualquer coisa, é qualquer coisa mesmo! Se dúvidar, daqui a pouco vão pedir a receita da Coca-cola ou do Big Mac! Não há problemas em pedir receitas, elas estão ai há anos para todos, inclusive no Google, nosse grande amigo. Mas vem cá, porque pedir tudo? Será que todas que pedem tem tempo, dinheiro, paciência e qualquer outra coisa que precise pra testar TUDO que pede? Claro que não. Pedem por vício de pedir. Pura e simplesmente. E isso me incomoda.

* Muitas perguntam quanto cobrar. Oi? Como assim? Como eu posso saber quanto você vai cobrar pelo SEU produto? Eu sei quanto eu cobro pelo meu, porque eu calculei todos os gastos, agreguei o valor do meu trabalho e decidi o preço final. É interessante saber qual o valor de mercado? É, mas quem coloca o preço é quem produz. Cada um compra sua matéria prima em lugar, cada uma mora em uma região diferente, cada uma gasta mais tempo pra produzir e tudo isso conta na hora de calcular. Se você não consegue dispor de umas horas do seu tempo pra fazer isso, então não venda, dê de presente.

* Há váááários pedidos de ajuda para fazer um cupcake, por exemplo, para uma primeira encomenda. E pasmem, não são pedidos com dicas, são pedidos com receitas! Peraí, receitas? Sério, que você, uma profissional, aceitou uma encomenda sem nunca ter nem feito o que vendeu?  Nem testado? Não sabe nem uma receita que funcione? Ah, para. Para tudo! Não consigo e não quero acreditar que isso seja verdade.

Gente, pra isso existem diversos profissionais dando curso. E se não quer fazer curso, tudo bem, cada um sabe o que pode, mas o Google ainda é free. É só você colocar o que quer lá e tcharam! Aparece uma infinidade de opções pra você escolher. Ah, mas o problema não é isso. Colocar no Google você até coloca, mas ai você tem que testar. E testar receita custa. Custa tempo, dinheiro, saco. E isso você não quer. Mas acha justo quem fez tudo isso, mesmo sem querer, passar tudo pra você assim, de mão beijada? Provavelmente acha, senão teria o bom senso de não pedir.

E são tantas outras coisas, que deixo pro próximo post.